O secretário de Defesa Social de Pernambuco, Wilson Damázio, fez um balanço sobre os índices atuais da violência em Pernambuco, contrariando o movimento LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transsexuais) no que diz respeito aos crimes contra homossexuais.

Em nota oficial divulgada à imprensa, a SDS disse que os 30 homicídios de homossexuais registrados em 2012 não ocorreram por homofobia.

Para a Secretaria de Defesa Social, as motivações foram: passionais, discussão, interesse financeiro, roubo (latrocínio), entorpecentes/drogas, embriaguez, dentre outros. Segundo o órgão, a demanda do movimento foi respondida por meio do Ofício nº 3129-GAB/SDS. Do total, 15 foram remetidos à Justiça com autoria.

[b]NOTA OFICIAL
[/b]
Wilson Damázio destacou que há seis anos o Estado era “campeão da violência” e, após a implantação do programa Pacto Pela Vida, houve uma redução de 14% na taxa de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) nesse último mês de novembro. Segundo a nota, foram registradas 252 vítimas, 38 a menos do que no mesmo período de 2011, que registrou 290 homicídios.

Durante 2012, 3.009 homicídios ocorreram em Pernambuco, 227 a menos em relação ao período de janeiro a novembro de 2011 – o que representa uma queda da taxa de 8%. Considerando os últimos doze meses, a taxa de CVLI registrada entre dezembro de 2011 e novembro de 2012 chega a 36,55% por 100 mil habitantes.

[b]Fonte: NE10
[/b]