Uma pesquisa divulgada nesta sexta-feira pelo Centro de Estudos da Opinião Pública da Rússia (Vtsiom) aponta que 44% dos russos se mostram favoráveis a aplicar a pena de morte no país.

Segundo o Vtsiom, 29% dos entrevistados defendem uma suspensão da aplicação da pena capital, enquanto apenas 18% consideram que este tipo de condenação deve ser abolido totalmente, sendo excluída do código penal. Os 9% restantes não têm opinião a respeito.

Em novembro passado, o Tribunal Constitucional da Rússia (TC) proibiu a pena capital, que ainda figura no código penal russo, em cumprimento de seus compromissos com o Conselho da Europa.

Segundo o TC, embora em 1º de janeiro vencia o prazo de vigência da suspensão imposta em 1996 sobre a aplicação da pena de morte na Rússia, em adiante não poderão ser ditadas nem cumpridas sentenças de morte no país.

Cinco artigos do código penal russo contemplam como castigo a pena de morte, os quais envolvem homicídio e genocídio.

Fonte: EFE