Facebook
Facebook

Cerca de três em cada dez cristãos dizem que compartilharam sua fé com não-crentes e outros em suas contas nas redes sociais, de acordo com um estudo do Barna Group.

O Barna Group e o Lutheran Hour Ministries divulgaram o relatório esta semana, descobrindo que 28% dos cristãos relataram compartilhar suas crenças nas mídias sociais. 

Cerca de 58 por cento dos não-cristãos entrevistados disseram que alguém, uma vez ou outra, compartilhou sua fé com eles nas redes sociais.

“Através de posts, comentários e perfis, muitos cristãos acreditam que a tecnologia e as interações digitais tornaram o evangelismo mais fácil”,  observou Barna em um comunicado divulgado na terça-feira.

“Ainda assim, as conversas espirituais estão carregadas na era digital, e as gerações mais jovens estão entre as mais cautelosas quanto ao engajamento”.

A pesquisa “Conversa Espiritual na Era Digital” incluiu 1.714 adultos nos EUA.

De acordo com o relatório, 30% dos cristãos entrevistados disseram que teriam a mesma probabilidade de compartilhar sua fé on-line ou pessoalmente. Cerca de 88% disseram que compartilham sua fé online.

Quase metade disse que as mídias sociais e a tecnologia mudaram como a fé é compartilhada.

“A tecnologia e as mudanças culturais rápidas podem ter alterado a face do evangelismo, mas a missão de espalhar os ensinamentos de Cristo para o mundo continua. Esse novo relatório acompanha o que mudou para que os líderes possam orientar os cristãos a serem eficazes em compartilhar a imutável Boa Nova”, disse Barna em seu relatório.

O relatório observou que muitas organizações de igrejas e ministérios recorreram à Internet para evangelizar.

A Internet Evangelism Coalition e a Global Media Outreach organizam um “Dia de Evangelismo na Internet” anual.

“Até recentemente, se alguém quisesse se envolver em evangelismo on-line, teria que ser uma atividade bastante intencional, ou seja, escrever um site ou blog”, disse Tony Whittaker, coordenador do Dia de Evangelismo na Internet no Reino Unido.

“Mas com as mídias sociais, qualquer um pode fazê-lo. Você não precisa escrever nem oferecer presentes técnicos. O conteúdo tríplice do Facebook (ou Twitter) com vídeos curtos e celulares do YouTube é uma mistura poderosa”, disse ele.

Outros ministérios on-line estão relatando resultados semelhantes. A campanha on-line de Natal, #GodWithUs (Deus Conosco), alcançou cerca de 6,8 milhões de pessoas, de acordo com o The Christian Post.

Fonte: Christian Headlines