Urna eletrônica
Urna eletrônica

Um levantamento, obtido com exclusividade pelo jornal O GLOBO, aponta que 72% dos eleitores escolheram temas relacionados à honestidade como prioridade na hora de votar em seus deputados e senadores.

A pesquisa inédita foi feita pela Ideia Big Data para o Brazil Institute do Wilson Center e aponta um descrédito da população brasileira com o Congresso, a falta de interesse com o Legislativo e expectativas de poucas mudanças com as eleições de novembro.

Para 38% dos eleitores, o mais importante para seu voto é a honestidade do candidato ou o fato de ele não ser corrupto. A pesquisa mostra ainda que 13% dos entrevistados apontaram a transparência; 11% optaram por “estar fora das acusação da Operação Lava-Jato”; e 10% disseram que o seu candidato tem de ser novo ou de fora da política.

Na sequência, aparecem como prioridade experiência e grandes propostas (cada tema teve 5% das citações); ser da localidade do entrevistado (4%); entender os problemas do eleitor e representar os pobres (3% das citações cada um dos temas); e trabalhar duro e ser inteligente (2% para cada um). Outras respostas somam 4% do total.

A pesquisa mostrou que quase um em cada três entrevistado — 73% — disseram não concordar com a expressão “O Congresso Nacional está trabalhando pelos brasileiros acima de outros interesses”, contra 22%, que disseram não saber, e apenas 5%, que concordaram com a afirmação.

O levantamento foi feito com 5.003 pessoas em 37 cidades brasileiras entre os dias 9 e 13 de janeiro e será base para um debate que o Brazil Institute promove na manhã desta quarta-feira no Wilson Center com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Fonte: O Globo