O Public Religion Research Institute, instituto de pesquisas com sede em Washington, revelou mais um dado obtido pela maior pesquisa de identidade religiosa e denominacional já realizada nos Estados Unidos, o de que entre os protestantes nos EUA, os batistas são a maior família denominacional.

Aproximadamente um terço (32%) de todos os protestantes se identificam com alguma denominação batista, pelo menos três vezes o número que se identifica com as próximas famílias denominacionais: metodistas (10%), pentecostais (10%) e luteranos (8%) .

Um em cada vinte identifica-se com as denominações de Igreja de Cristo ou Discípulos de Cristo (5%) ou com a denominação presbiteriana (5%). Apenas três por cento dos protestantes pertencem a uma denominação episcopal ou anglicana.

Notavelmente, quase um em cada cinco (17%) protestantes pertence a igrejas cristãs independentes que não são afiliadas a nenhuma denominação protestante.

O padrão de associação denominacional entre protestantes varia significativamente por região. Mais de quatro em dez (44%) protestantes que vivem no sul afiliado com uma denominação Batista, quase o dobro do que os que vivem no Nordeste (23%), Midwest (23%) ou Oeste (19%).

Os luteranos permanecem muito mais prevalentes no Centro-Oeste do que qualquer outra parte do país. Dezessete por cento dos protestantes que vivem no Centro-Oeste são luteranos, aproximadamente o dobro do número que se identifica com essa denominação no Ocidente (9%) e no Nordeste (7%). Apenas três por cento dos sulistas são luteranos. Os protestantes não confessionais são mais prevalentes no Oeste (25%) do que o Centro-Oeste (17%), o Sul (15%) ou o Nordeste (14%).

Certos estados também são únicos na medida em que são dominados por uma família denominacional. A maioria dos protestantes no Mississippi (60%), Arkansas (56%), Louisiana (55%) e Alabama (54%) são Batista, enquanto a maioria dos protestantes na Dakota do Norte (56%) e quase metade daqueles em Minnesota (49%) são luteranos.

Outros dados

O Public Religion Research Institute revelou que cristãos brancos não são mais maioria nos EUA, e também mostrou que as mulheres continuam a constituir a maioria dos grupos mais religiosos, Nos Estados Unidos.

Fonte: Public Religion Research Institute

Comentários