Uma operação da Polícia Civil em Ipaba, interior do estado de Minas Gerais, apreendeu documentos e dinheiro durante cumprimento de mandados de busca e apreensão na Igreja Assembleia de Deus. A PC investiga possíveis crimes de fraude, estelionato, apropriação indébita e associação criminosa.

Também foram cumpridos mandados de busca e apreensão em um bazar e em um asilo, entidades associadas à igreja, e ainda na casa do filho do pastor investigado na operação. Além de documentos, foram apreendidos mais de R$ 17 mil em dinheiro.

O delegado responsável pela operação, Célio das Casas, aponta que foram encontradas várias irregularidades nas instituições investigadas. Como exemplo, ele cita a falta de registro financeiro na igreja, o que pode ser um indício de desvio de finalidade. Além disso, afirma que no asilo visitado, diversas irregularidades ferem o Estatuto do Idoso, bem como não são cumpridas as exigências mínimas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Segundo o delegado, o inquérito teve início após o recebimento de denúncias anônimas e de depoimentos de testemunhas. Ninguém foi preso, mas o delegado afirma que as investigações continuam.

Em nota, o advogado que representa a igreja disse que ainda não teve acesso ao processo e assim que tiver acesso aos autos do processo irá se manifestar.

[b]Fonte: G1[/b]