A Polícia está à procura de um falso padre. O acusado passou a ser ‘caçado’ depois de enganar várias pessoas e o próprio pároco da cidade de Altaneira, na Região do Cariri (a 558 km de Fortaleza).

O caso foi registrado na Delegacia de Defraudações e Falsificações e, ontem, uma equipe do 33º DP (Goiabeiras) localizou uma residência onde o falso religioso estava escondido, porém, de lá ele já havia fugido. O acusado chama-se Erivaldo Férrer Lima, mas que se passa por ‘Padre Vicente’.

A primeira denúncia contra o acusado partiu do militar reformado Mozart Peixoto da Silva. Em entrevista, ontem, na redação do Diário do Nordeste, ele contou que o falso padre enganou seu filho na compra de um telefone celular. Além disso, aproveitando-se da ausência do verdadeiro pároco de Altaneira, padre Vileci Vidal, chegou a celebrar uma missa na capela local e se apoderou do dinheiro arrecadado nas ofertas. Também furtou uma estola do religioso e desapareceu da cidade.

As buscas ao acusado começaram no Interior e acabaram se estendendo para a Capital. “Já recebemos informações de que ele também se passa por professor, utilizando outros nomes”, contou o militar reformado.

Ontem, uma equipe do 33º DP descobriu o último endereço do falso padre, um pequeno apartamento situado na Rua César Correia, no bairro Álvaro Weyne. Os policiais fizeram buscas no local, mas descobriram que ele já tinha escapado.

Fonte: Diário do Nordeste