O surto de gripe A na cidade de Blumenau, localizada a 120 km de Florianópolis (SC), fez com que a Diocese local recomendasse aos ministros que “não apertem as mãos” de fiéis na entrada das igrejas.

Apenas em 2012, já foram registradas quatro mortes na cidade em decorrência do vírus Influenza A (H1N1). De acordo com levantamento da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina, dos 154 casos confirmados no Estado, 52 ocorreram em Blumenau. Em 2009, a o município registrou 11 mortes e 108 casos da doença em todo o ano.

Em avisos colocados na Catedral, o bispo dom José Negri passou uma série de recomendações a fiéis e ministros. Entre elas, estão a de “evitar apertos de mãos” dos ministros da acolhida na entrada e durante a oração do Pai Nosso. “A comunhão deve ser distribuída nas mãos dos comungantes”, consta o aviso, que ainda pede que ministros e paroquianos “que estiverem gripados evitem participar de reuniões”.

O avanço no número de casos na cidade fez a prefeitura criar o Centro de Atendimento da Gripe A, para aplicar vacinas em pessoas que possuam doenças crônicas. O posto já está em funcionamento no centro da cidade e irá atender pacientes a partir da segunda-feira na Vila Germânica.

[b]Fonte: Terra[/b]