Após o assassinato do líder do Vishwa Hindu Parishad (Conselho Hindu Mundial ou VHP), em 23 de agosto, a violência contra cristãos se espalhou para 14 distritos do Estado de Orissa.

O Conselho Global de Cristãos Indianos revisou as estimativas de mortes. Havia sido publicado que os assassinatos eram “mais de cem”, mas, depois da revisão, apurou-se o total de 53.

Nas últimas três semanas, ouviu-se muitos relatos de mortes, incêndio de casas, destruição de igrejas e veículos carbonizados. Porém, devido ao toque de recolher e à atmosfera tensa, a Portas Abertas Internacional (ODI, sigla em inglês), por intermédio da Fundação Luz, não pôde ajudar todos os afetados.

Após essas três semanas, quando o toque de recolher foi um pouco mais brando no distrito de Gajapati, a ODI se associou a Biswajit Pani, que lidera o Ministério Bom Pastor, e começou a ajudar os afetados.

Descobriu-se que os campos de refúgio na área foram criados pelo governo. Eles fornecem comida de má qualidade e instalações impróprias.

Infelizmente, não se pode providenciar comida devido às restrições estabelecidas pelo governo. A ODI, então, tem fornecido roupas, toalhas e produtos de higiene e de limpeza.

Além disso, a ODI ligou-se com a Associação Cristã de Moços para ajudar outras vítimas no mesmo distrito. Apesar dos esforços, sente-se que o que tem sido feito é apenas um pequeno passo em direção ao objetivo que vem pela frente: ajudar muitos outros, os diretamente atingidos.

A Fundação Luz está se responsabilizando pelo cuidado médico das vítimas Por enquanto, ela está fornecendo assistência médica para quatro pessoas que foram seriamente feridas durante a violência e estão sob tratamento em hospitais do governo. Espera-se alargar os limites o máximo possível para ajudar quantas vítimas for possível.

Motivos de oração e louvor:

1. Louve a Deus por termos distribuído o material no campo de refúgio com a cooperação dos policiais que estavam presentes.
2. Louve a Deus por conduzirmos aconselhamento entre as vítimas
3. Também agradecemos a Deus porque até aqui ninguém se desviou da fé.
4. Ore para que as pessoas continuem a viver nos mesmos vilarejos e não mudem por causa do medo ou perseguição. Ore para que eles sejam fortalecidos no Senhor.
5. Ore pelos alunos das escolas, uma vez que seus uniformes e livros foram completamente queimados.
6. Ore para que os evangelistas e pastores entendam as perspectivas bíblicas e respondam à perseguição e ensinem aos outros cristãos.
7. Ore para que a paz e a comunhão sejam restauradas entre as pessoas.
8. Ore para que haja mais aconselhamento para as vítimas.
9. Ore pela necessidade de Bíblias e hinários, uma vez que tudo foi queimado.

Fonte: Portas Abertas