A nomeação de um homossexual como bispo de Southwark (Londres) pode originar um cisma irreparável na comunhão anglicana, segundo advertem fontes do setor conservador dessa igreja citada hoje pelo jornal “The Times”.

O arcebispo de Canterbury e primaz anglicano, Rowan Williams, deu sinal verde à proposta de Jeffrey John, um bispo abertamente gay e que contraiu uma união civil com outro homem, para liderar essa diocese.

O Comitê de Nomeações da Coroa reúne-se hoje e amanhã para decidir os dois nomes que proporá ao primeiro-ministro, David Cameron, que recomendará um deles à rainha Elizabeth II, que deve dar sua aprovação como chefe da Igreja da Inglaterra.

Segundo “The Times”, a unidade da comunhão anglicana já está por um fio após a consagração em Los Angeles (Califórnia) de um segundo bispo abertamente homossexual.

O setor conservador do anglicanismo já forçou a demissão de Jeffrey John depois que foi nomeado em 2003 bispo da diocese de Reading e se oporá agora também a sua consagração como bispo de Southwark, segundo advertiram seus porta-vozes.

Fonte: EFE