Prefeitura de Campo Grande e Arquidiocese da Capital estão em tratativas para firmarem parcerias e também regularizarem a utilização de áreas públicas ocupadas pela igreja católica na cidade.

Reunião entre o secretário de Governo e Relações Institucionais, Antônio Lacerda, e o arcebispo da Capital, Dom Dimas Lara, aconteceu hoje na prefeitura.

“Foram tratadas principalmente as questões que envolvem as permutas e concessões de áreas públicas ocupadas pela igreja ao longo das últimas décadas. A gestão municipal realiza o levantamento imobiliário do município a fim de garantir a regularização fundiária”, informou nota do governo municipal.

Alguns dos acordos envolvendo a prefeitura e a arquidiocese nunca foram oficializados. A Procuradoria-Geral está acompanhando esse procedimento para avaliar juridicamente como podem ser regularizadas as concessões existentes.

Conforme a igreja católica informou na reunião, em torno de 40 imóveis que pertencem à arquidiocese foram construídos em áreas públicas. Esse número representa 10% do total de bens imóveis que a entidade tem em Campo Grande, que chega a 400 registros.

“A nossa administração tem um carinho especial pelo o que a igreja católica representa para Campo Grande. Inserido no compromisso da gestão com a área social, buscamos essa integração e aproximação com a arquidiocese”, defendeu Lacerda.

O acompanhamento jurídico vai continuar, mas não foi divulgado quando o levantamento deve ser apresentado à igreja católica.

[b]Fonte: Correio do Estado[/b]