Uma vidente que prometia evitar tragédias na vida dos clientes em troca de dinheiro foi presa na sexta-feira (5) em Jacareí, a 84 km de São Paulo, de acordo com a Polícia Civil. As investigações apontaram que o golpe já havia sido aplicado também em Minas Gerais.

Com a mulher foram apreendidos cerca de R$ 5 mil, joias e relógios que, segundo a polícia, devem ser de vítimas. Também foram localizados um computador e muitos panfletos e cartazes que eram distribuídos em Jacareí para divulgar os serviços que ela oferecia. A propaganda dizia que ela resolvia qualquer problema e o atendimento era por caridade.

De acordo com a polícia, na primeira consulta a suposta vidente atendia os clientes de graça. Já na segunda vez, revelava tragédias que iriam acontecer na vida das pessoas. Para evitar os acontecimentos, dizia que elas tinham que encomendar 13 missas que seriam rezadas em outros estados e cada uma custaria R$ 700. Evitar as tragédias poderia custar mais de R$ 9 mil.

Em Jacareí, ela era conhecida como Maria. Mas depois que a polícia descobriu o verdadeiro nome dela, ficou sabendo que a mulher estava foragida desde de 2007. Em Minas Gerais, ela é acusada de estelionato. Em uma gravação feita com uma câmera escondida, uma TV gravou o golpe da vidente Mandala, como era chamada em Belo Horizonte.

De acordo com o delegado, as vítimas de Jacareí que caíram nesse golpe devem procurar a polícia. A vidente foi encaminhada para a cadeia de Santa Branca e deve ser transferida para Belo Horizonte.

Fonte: G1