Depois de um intenso debate, a Assembléia Geral da Igreja Nacional Presbiteriana do Méixo (INPM), reunida em Toluca, decidiu, na quinta-feira, 22, realizar um Concílio Teológico em julho de 2011 para decidir sobre a ordenação feminina ao ministério sacerdotal

O Sínodo do Centro encaminhou pedido formal à Assembléia, uma vez que algumas igrejas locais ordenaram mulheres como anciãs ou diaconisas. Concílio realizado em 2006 decidiu pela não-ordenação de mulheres ao sacerdócio.

Para que o Concílio de 2011 se realize, ficou acordado que as mulheres ordenadas terão que abrir mão da ordenação. O Concílio será organizado pelo Ministério da Educação da Igreja, liderado pelo ex-vice-presidente da denominação, pastor Barnabé V. Bautista, autor de folheto, publicado em 1988, que atacava a ordenação feminina.

[b]Fonte: ALC[/b]