O presidente da França, Nicolas Sarkozy, prometeu na quarta-feira “tolerância zero” contra crimes antissemitas e anti-islâmicos na França, enquanto prossegue uma série de incidentes aparentemente relacionados à ofensiva de Israel contra a Faixa de Gaza.

“Os que desejam importar para a França a violência entre diferentes comunidades encontrarão o Estado no seu caminho”, disse Sarkozy em um pronunciamento a policiais na cidade de Orleans (centro da França).

Sarkozy e seus ministros têm feito nos últimos dias diversos comentários demonstrando a preocupação do governo em evitar que a violência do Oriente Médio se transfira para a França.

“O nível de tolerância será tolerância zero. Não permitiremos que as consequências desse conflito sejam importadas para a França.”

Organizações judaicas relatam dezenas de ataques contra sinagogas e outros locais judaicos desde o início da ofensiva israelense em Gaza, no dia 27 de dezembro. Também há relatos de violência contra muçulmanos.

Fonte: Reuters