De acordo com a agência de notícias Reuters, o presidente das Maldivas, Abdulla Yameen, sobreviveu a uma explosão que atingiu o barco em que ele viajava. Sua esposa e vários de seus assessores sofreram ferimentos.

[img align=left width=300]https://www.portasabertas.org.br/images/1120054/7_Maldives_Reuters.jpg[/img]Relatórios da Portas Abertas dizem que ainda é muito cedo para saber o que causou a explosão e que talvez seja apenas um acidente. “Mas é bem possível que o presidente e seu partido usem o incidente como pretexto para um aumentar a repressão contra a oposição e as minorias em geral. Se este for o caso, os cristãos devem se preparar para mais perseguição”, suspeita um dos analistas.

Há rumores de que grupos radicais islâmicos estejam envolvidos e que a explosão pode ter sido um ataque. O jornal Independent Maldivas disse em um artigo que “os islamitas mascarados recentemente publicaram um vídeo, onde ameaçavam de morte o presidente”. Se as suspeitas forem confirmadas, os cristãos estarão ainda mais desprotegidos, conforme a conclusão do analista.

[b]Fonte: Portas Abertas Internacional[/b]