Suspeito de aliciar adolescentes de classe média alta para uma seita que prometia imortalidade e riqueza com a transformação de seus integrantes em vampiros, o autodenominado místico Vandeir Máximo da Silva (foto), 27, se apresentou à Polícia Civil de Presidente Prudente, SP, nesta quarta-feira. Em depoimento, afirmou que é o “salvador do mundo” e que possui asas.

Famílias do município denunciaram o caso à polícia alegando que seus filhos foram abordados por um homem que se identificava como Vlad Hacamia, que se reunia com adolescentes de 13 a 17 anos em uma praça da cidade. A seita a que ele julgou pertencer é a Legião de Salvadores do Mundo.

Segundo o delegado Dirceu Gravina, titular do 4º DP de Presidente Prudente, Silva se apresentou espontaneamente para prestar depoimento com sua mãe. Até as 15h30 ele ainda estava sendo ouvido.

De acordo com Gravina, durante o depoimento, Silva afirmou que as reuniões eram pré-agendadas por meio de um jogo na internet. “Todos os jovens disseram que ele [Silva] sugava sangue e até alguns deles estavam iniciando na prática”, afirmou o delegado.

Gravina informou que Silva se mostrou convicto em tudo que disse, inclusive de que sua missão é a de “salvar o mundo”. Ainda ontem investigadores foram até a casa do suspeito em busca de uma prótese, com a qual o delegado disse imaginar que Silva “atacava” os garotos.

Ainda segundo Gravina, durante o depoimento, o suposto místico afirmou que tem asas. “Na verdade ele [Silva] tem um problema de cifose e a estrutura óssea até que dá a entender que há uma espécie de asa em suas costas”, afirmou o delegado.

O policial não soube informar se o rapaz tem algum problema psicológico. Silva é desquitado e tem dois filhos. Ele será indiciado por lesão corporal e deverá ser solto após o depoimento. Gravina informou que o suposto místico não tinha constituído advogado.

Jogo

No jogo, Vandeir seria o Dimitri, demônio salvador do planeta Terra. Ele teria feito acordo com Deus e precisaria arrebanhar servidores. Segundo a polícia, ele estaria aliciando os adolescentes para que participassem da seita “Legião de Salvadores do Mundo”, em que ele promete aos jovens poderes sobrenaturais como a imortalidade, pois os transformaria em anjos dotados de asas, que seriam vampiros e guardiões de cemitérios.

“Muito do que vem sendo divulgado e denunciado pela maioria dos pais (dos jovens) não procede, principalmente quando eles falam sobre satanismo. Não existe seita nem aliciamento de menores”, afirmou o acusado.

Todos os adolescentes ouvidos pelo delegado Dirceu Gravina confirmam que tiveram seus pescoços mordidos.

Fonte: Folha Online e Terra