Cultos, oficinas, concentrações públicas, caminhadas, concertos de berimbau e atividades públicas marcam os festejos dos 125 anos da Igreja Evangélica Nacional Presbiteriana da Guatemala (IENPG), neste mês de novembro.

Esta foi a primeira igreja protestante a ingressar no país, durante o governo liberal do então presidente Justo Rufino Barrios.

Em 1882 foi acordado o decreto da liberdade religiosa, quando ingressou a primeira missão protestante sob o cuidado do pastor estadunidense John Clark Hill, explicou o secretário permanente da Igreja Evangélica Nacional Presbiteriana da Guatemala, reverendo Iván Haroldo Paz Andrade. Antes dessa data, a única e oficial era a Igreja Católica.

Atualmente, a IENPG conta com 18 presbitérios distribuídos em nível nacional, sendo a maioria indígenas de fala q’eqchi, kachikel, k’iche, mam e q’anjob’al, assinalou Paz. Segundo o secretário, ainda que não exista um registro exato da atual membresia da Igreja, calcula-se que ela tem aproximadamente 25 mil membros nas 350 igrejas localizadas no território nacional.

Durante sua história, a igreja contou com o trabalho e a participação constante das mulheres, que foi valorizada como uma participação “chave” pelo pastor Paz Andrade. Ele afirmou que “embora ainda seja reduzido o número de pastoras ordenadas e de anciãs dirigentes”, a participação das mulheres está crescendo.

Segundo o pastor, as mulheres têm muito a contribuir com o trabalho da igreja. A ordenação de mulheres foi aprovada pela IENPG no ano de 2000.

Depois de 125 anos de presença como a primeira igreja protestante na Guatemala, Paz disse que para os presbiterianos o principal desafio é conseguir uma igreja que se integre à sociedade, que se considere como um ente de transformação e que colabore na unidade dos guatemaltecos na busca do bem comum.

“Os desafios da igreja devem estar em sintonia com os desafios da sociedade. Atingir uma sociedade mais eqüitativa, mais justa e mais próxima do Reino de Deus que pregamos é um grande desafio”, pontuou.

A IENPG é membro do Conselho Ecumênico Cristão da Guatemala e integra, em nível internacional, a Associação de Igrejas Presbiterianas e Reformadas da América Latina (AIPRAL) e a Aliança Reformada Mundial (ARM). Também é membro fraterno do Conselho Latino-Americano de Igrejas (CLAI).

Fonte: ALC