O programa de tevê Word TV, do pastor evangélico Charles McVety foi cancelado no Canadá pela emissora cristã que o exibia.

[img align=left width=300]http://noticias.gospelmais.com.br/files/2011/06/programa-evangelico-150×180.jpg[/img]O programa de tevê Word TV, do pastor evangélico Charles McVety, presidente da Faculdade Cristã do Canada e da ong Coalizão pela Família, foi cancelado no Canadá pela emissora cristã que o exibia, depois que o religioso pregou contra os homossexuais.

Depois de contatada e advertida pelo conselho regulador do conteúdo das tevês canadenses (Canadian Broadcast Standards Council), o canal evangélico Crossroads Television System (CTS TV) retirou o programa do ar. O cancelamento surpreendeu os espectadores pois foi avisado por meio de anúncio na hora que o show deveria ir ao ar, na semana passada.

O apresentador se disse traído pela emissora e vítima de censura. Mas ele já havia sido avisado em dezembro, por decisão do Canadian Broadcast Standards Council que seu conteúdo não era aceitável, alegou a emissora em nota, afirmando que não irá comentar a decisão.

Mc Vety já havia sido avisado que estava pegando pesado e a gota d´água foi quando afirmou que o movimento homossexual é uma conspiração e que homossexuais são predadores de crianças, chegando a chamar as paradas gays de “paradas do sexo”. Ele criticou ainda os programas contra a homofobia, em que afirmou que as aulas de educação sexual tinha o objetivo de “ensinar” a homossexualidade aos alunos. A revolta dos pais com o sensacionalismo do pastor levou o governo de Ontario a suspender o programa, como o ocorrido no Brasil.

[b]Fonte: GNotícias[/b]