A audiência desta quinta-feira (1º) quase dobrou em comparação com a semana passada, quando o programa estreou a sua segunda temporada.

O debate que reuniu o líder evangélico, pastor Silas Malafaia, com o babalorixá Ivanir dos Santos, o padre Jorjão e o presidente da maior associação de ateus do Brasil, Daniel Sotto-Mayor, para discutir o tema Estado Laico, fez o programa “Na Moral” registrar seu recorde de audiência.

A audiência desta quinta-feira (1º) quase dobrou em comparação com a semana passada, que o programa estreou a segunda temporada perdendo a briga do ibope e ficando com apenas oito pontos. O programa comandado por Pedro Bial marcou 16 pontos no Rio de Janeiro. Em São Paulo o programa atingiu 12 pontos e marcou 33% de participação.

Na semana passada o programa de Bial havia perdido a primeira posição no Ibope para o reality show “A Fazenda”, da emissora rival, a Rede Record, que havia marcado 9 pontos. Na noite de ontem o reality registrou 10 pontos no ibope.

Sempre que Malafaia aparece em um programa da TV aberta o sucesso da audiência é garantido. O líder evangélico já esteve no programa “De Frente com Gabi”, do SBT, que marcou recorde de audiência e no “Programa do Ratinho” que também foi sucesso.

[b]Silas Malafaia comenta sua participação no programa “Na Moral”[/b]

O pastor Silas Malafaia comentou nessa sexta feira a sua participação no programa Na Moral, exibido nessa quinta feira pela Rede Globo, e que contou também com a participação de representantes de outras religiões, além de um ateu, em uma discussão sobre o Estado laico.

Definido por Silas Malafaia como um “debate quente”, o programa teve a duração de 35 minutos que, segundo o pastor resumiram duas horas de debate entre os participantes. De acordo com Malafaia, sua participação foi o destaque no programa e isso se deu porque Deus o ajudou para que “Ele mesmo fosse glorificado”.

– Ninguém consegue ser 100% em um debate. Acredito que Deus me ajudou para que, no final das contas, Ele mesmo fosse glorificado – afirmou o pastor.

– Se você assistiu todo o programa é nítida a minha participação em destaque. Estamos falando de quase duas horas de gravação em um programa editado em 35 minutos, que eles poderiam ter colocado em menor evidência a minha participação e aumentado a dos outros. Só posso atribuir isso a ação do Espírito Santo. Mais uma vez quero dizer: A Deus seja a glória! – completou Malafaia.

O pastor ressaltou ainda a acalorada discussão que teve com o presidente da Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos (ATEA), Daniel Sottomaior, afirmando que esse foi o momento em que “o debate esquentou de verdade”.

O programa chamou também a atenção de vários cantores da música Gospel, que em seus perfis no Twitter comentaram sobre o assunto.

– Gostei bastante do #NaMoral de hoje. Foi a primeira vez que assisti, acho apenas que poderia ser mais longo e que foi muito editado. – afirmou o Pregador Luo.

– Minha opinião sobre o pgm #NaMoral e o tema do debate é: respeitar as diferentes formas de crença é essencial, mas preservar sua fé é vital. – ressaltou o rapper, segundo o portal Guiame.

– Programa de 30minutos pro pr Malafaia falar com mais 3 convidados??? Isso é maldade né não??! rrrss. #Deus seja louvado no Brasil! – ironizou o cantor PG.
Marcos Almeida, vocalista da banda Palavrantiga, também comentou sobre o programa, ressaltando a importância da discussão desse tema para a sociedade.

– Por uma razão que crê e uma fé que pensa (Schaeffer). Discernir cultura, estado laico, política, religião e diálogo. Coisa boa #NaMoral ! – afirmou Almeida.

– #NaMoral foi top, poderia ter sido um pouco mais longo, mas creio que poderá ter mais outros com a mesma bancada. – comentou o cantor e pastor da Igreja Batista da Lagoinha, André Valadão.

– Querido @PastorMalafaia que Deus lhe dê mais e mais ousadia, força e direção. #NaMoral foi TOP – elogiou Valadão.

[b]Fonte: Gospel Prime e Gospel +[/b]