Os protestantes do DUP (sigla em inglês de Partido Unionista Democrático) e os católicos do Sinn Fein –braço político do IRA (Exército Republicano Irlandês)– devem se encontrar nesta segunda-feira para discutir a formação de um governo regional compartilhado da Irlanda do Norte, no Reino Unido.

“Sempre dissemos que as duas partes deveriam chegar a um acordo”, disseram fontes governamentais britânicas ouvidas pela France Presse. “Nossa abordagem consiste em chegar ao ponto em que as partes se envolvam diretamente. Isto vai acontecer”, acrescentaram as fontes.

O DUP afirmou que “a situação é razoavelmente boa e a logística ainda deve ser implementada”. Segundo o partido, vários temas deverão ser evocados na reunião, entre eles o programa do futuro governo, as questões financeiras e a inclusão das forças do Sinn Fein na polícia da Irlanda do Norte.

Londres avaliou no domingo que ainda era possível chegar a um acordo de compartilhamento do poder na Irlanda do Norte antes da data limite desta segunda-feira, apesar do prazo de seis semanas reclamado na véspera pelo pelo reverendo Ian Paisley, líder do DUP.

O primeiro-ministro britânico, Tony Blair, decidiu respeitar o acordo estabelecida e manter a meia-noite desta segunda como limite para a formação de um governo regional compartilhado.

A Assembléia norte-irlandesa recentemente eleita poderá se reunir hoje para realizar nomeações.

“Assinarei a ordem de restauração (da Assembléia) no domingo hoje penso que há possibilidades de compartilhar o poder amanhã”, declarou no domingo o ministro britânico para a Irlanda do Norte, Peter Hain.

Fonte: Folha Online