[img align=left width=300]https://static.noticiasaominuto.com.br/stockimages/1370×587/naom_577e47288a6aa.jpg[/img]

Após o fim do sinal analógico de TV, R.R. Soares, líder da Igreja Internacional da Graça de Deus, teria ficado indignado com a queda de audiência da Rede TV!. A novidade deixaria de ser interessante, financeiramente falando, já que são investidos R$ 7 milhões por mês pela cessão do horário.

Na semana passada, coincidindo com o apagão analógico na região metropolitana de São Paulo, a Rede TV!, Record e SBT decidiram cortar os sinais de todas as operadoras de televisão por assinatura. As três emissoras querem ter retorno pelo conteúdo transmitido.

Por esse motivo, constituíram uma empresa, a Simba, para negociar com as operadoras. Sky, Net, Claro e Oi deixaram imediatamente de oferecer as três redes para os seus assinantes. A única que continua transmitindo é a Vivo, que aceitou negociar com as emissoras.

Para as igrejas isso tem sido muito prejudicial pois, ao diminuir o alcance de seus programas, deixam de atingir um número maior de fiéis, ou seja, perdem dinheiro, uma vez que o valor pago mensalmente para manter as emissoras em pé é oriundo dos fiéis.

[b]Fonte: Notícias ao Minuto e UOL[/b]