O Ministério das Comunicações e o Comando da Aeronáutica pediram ao Ministério Público para investigar uma rádio pirata “evangélica” que entrou na freqüência de um avião que estava prestes a pousar no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, na última sexta-feira (4).

O comandante da Aeronáutica, Juniti Saito, entregou pessoalmente ao ministro Hélio Costa um CD com a gravação de quase quatro minutos, em que ficam claras as constantes interrupções na comunicação entre o avião e a torre de controle pela rádio pirata.

Hélio Costa preferiu não divulgar os nomes da rádio, nem os dos envolvidos. “Ainda não é hora para isso. Pedimos ao MP que interpele criminalmente os responsáveis por esse fato lamentável”, disse. Segundo o ministro, não apenas os responsáveis e a freqüência da rádio foram identificadas, como a própria estação já foi tirada do ar.

“O mais grave dessa situação é que o avião estava se preparando para pousar”, lamentou o ministro. Hélio Costa informou que há inúmeras rádios pirata atuando nas imediações dos dois aeroportos da cidade de São Paulo, e pediu para os responsáveis por isso terem mais consciência do risco que sua atividade representa.

“Não leva mais de cem dias para alguém registrar uma rádio comunitária. Tudo está explicado no site do Ministério das Comunicações (http://www.mc.gov.br/).” O ministro lamentou, também, o fato de essa rádio pirata “evangélica” atuar como rádio comunitária.

Fonte: G1