Por ordem do comissário Gonzalo Jiménez Luna, da comunidade 20 de Novembro, no município de Las Margaritas, oito indígenas foram presos por mudarem de religião e ingressaram em igrejas evangélicas.

Os oito indígenas tojolabales terão que pagar uma multa, ainda não especificada, para serem soltos. Um dos acordos na comunidade é que ninguém pode mudar de religião sem a permissão da autoridade local, já que todos os moradores da vila professam a fé católica, apesar da forte presença evangélica na região.

Arnulfo Jiménez González, Vinicio González López, Elías Jiménez Jiménez, Octavio Vázquez Perez, Arturo Jiménez Pérez, Santiago Pérez López, Jaime González Luna y Demetrio Jiménez, declararam que decidiram, sem sofrer qualquer tipo de pressão, professar a fé evangélica.

Outra condição para que os oito sejam libertados é que assinem documento renunciando definitivamente participarem de reuniões dos evangélicos e paguem suas cotas para as festividades católicas do lugar. A quota equivale a 700 pesos, cerca de 50 dólares, por família.

Fonte: ALC