A Rede Record, do bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus, anunciou ontem que vai entrar com uma ação no Conar contra a Rede Globo, por causa de uma série de peças publicitárias que a emissora carioca colocou no mercado, em jornais e revistas, desde a semana passada.

Nos anúncios, a Globo alardeia ter a liderança em uma série de produtos, como a novela “A Favorita”, o seriado “A Grande Família” e o “Jornal Nacional”. De fato,a liderança é da Globo. Mas o que a Record questiona são os números utilizados. Estão errados, diz a Record, e o Conar (Conselho Nacional de Auto-regulamentação Publicitária) deve pedir sua retirada do ar imediatamente.

Na última quinta, o colunista Daniel Casto revelou que a Globo maquiou o ibope de ‘A Favorita” no anúncio, que informava: ” ‘A Favorita’: 66% de telespectadores, 100% de liderança”.

Segundo a Record, o anúncio da Globo dá a entender que ela é líder em 100% do tempo da TV. A emissora paulistana vai usar como base para a ação o mesmo argumento que a Globo usou em abril, quando questionou peças igualmente festivas da Record sobre seu próprio ibope. A uso da palavra “liderança” foi a base daquela ação da Globo contra a Record. Agora o será também.

A Globo ainda não se manifestou sobre a ação da Record.

Fonte: UOL