Mais um capítulo promete esquentar ainda mais a já turbulenta briga entre as concorrentes Rede Globo e TV Record. A Globo enviou ontem uma notificação para a Record sobre uma possível ação de concorrência desleal.

Um funcionário da Rede Globo foi desligado ontem da empresa por ter divulgado, através de seu e-mail corporativo, informações sigilosas da emissora.

De acordo com a emissora carioca, diversas informações confidenciais, tanto de natureza comercial quanto estratégica, tais como a lista de fornecedores, foram repassadas para um funcionário da TV Record. “Como o uso de segredos comerciais e estratégicos pode causar grandes prejuízos a qualquer empresa, a TV Globo informou à TV Record que tomou conhecimento do fato, que pode configurar inclusive um ilícito criminal, e que está estudando as medidas legais cabíveis”, informa a Globo, em nota.

O funcionário demitido trabalhava do setor industrial da emissora carioca. A Globo não confirma a informação mas tudo leva a crer que o possível “espião” trabalhava no Projac, centro de produção da Rede Globo, localizado em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro.

No começo da tarde, a assessoria de imprensa da TV Record informou que o departamento jurídico da emissora está analisando o caso para se pronunciar ou não sobre ele. Mais tarde, a Record informou que, como não foi notificada oficialmente sobre o assunto, não iria se manifestar.

Briga pela audiência

A briga entre as duas TVs passou a ficar mais acirrada a partir do momento em que a emissora do bispo Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus, começou a ameaçar a duradoura liderança da Globo.

Anteontem, a média de audiência da TV Globo atingiu 19 pontos, e a média da TV Record atingiu 11 pontos, de acordo com dados do instituto de pesquisa Ibope. O SBT registrou sete pontos, a Bandeirantes três, a Rede TV e a TV Cultura dois, e a TV Gazeta um ponto, informa o Ibope.

No horário nobre (das 18 horas até a meia-noite) , a média da Record atingiu 15 pontos na última quarta-feira. O último capitulo da briga entre as emissoras havia sido a animosidade entre os autores das novelas “A Favorita” (João Emanuel Carneiro) e “Os Mutantes – Caminhos do Coração” (Tiago Santiago). No episódio, Carneiro desdenhou da novela da concorrente, menosprezando os telespectadores da novela da Record, que registra media de 17 e 18 pontos, contra uma média de 35 da novela global.

Fonte: Gazeta Mercantil