A Rede Globo de Televisão proibiu a Superstation, sua representante comercial exclusiva nos EUA, de vender espaço publicitário para qualquer anunciante de cunho religioso.

A partir de agora, a TV Globo dos EUA não veicula mais anúncios de igrejas, templos ou seitas, seguindo a regra já praticada pela TV Globo no Brasil. A decisão busca padronizar os critérios comerciais adotados pela Rede Globo de Televisão em suas transmissões em todo o mundo.

A decisão causou transtornos e mal estar no departamento Comercial da Superstation, cuja titular, Yara Cavaignac, é evangélica. Ao receber o comunicado oficial, os anunciantes evangélicos da Flórida consideram a iniciativa uma perseguição às igrejas evangélicas.

Recentemente a igreja evangélica Renascer em Cristo ocupou as manchetes dos noticiários por causa da prisão de seus líderes e fundadores, Estevam e Sônia Hernandes, no dia 9 de janeiro, no aeroporto de Miami, por sonegação fiscal.

O casal tentava entrar nos EUA com $56,5 mil, tendo declarado ao fisco norte-americano estar portando apenas $10 mil. Os dois serão julgados pela justiça norte-americana no dia 19 de março.

No Brasil a Rede Globo de Televisão também não veicula anúncios de bebidas com alto teor alcoolico, cigarros, remédios e serviços advocatícios.

Fonte: Gazeta Brazilian News