Um estudo realizado por psicólogos da University of British Columbia, em Vancouver, no Canadá, afirma que a religião torna as pessoas mais ‘confiáveis’.

De acordo com os pesquisadores também, as crenças religiosas fazem com que as pessoas sejam mais úteis, honestas e generosas, mas apenas quando elas pensam na possibilidade da existência de Deus ou quando acreditam que isso vai aumentar a sua reputação.

Segundo o jornal britânico The Guardian, o estudo reúne provas de pesquisas antropológicas, econômicas e psicológicas de que no início das sociedades a religião foi fundamental para incentivar a coesão social e de grandes grupos, gerando a cooperação.

De acordo com os autores do estudo, a religião apareceu para fomentar a confiança entre as pessoas. “Os resultados confirmam a idéia de que provas de devoção geram mais confiança”, disse Azim Shariff, um dos pesquisadores.

As evidências sugerem também que a confiança nos outros membros do grupo religioso é maior quando os grupos envolvem um maior grau de comprometimento com as crenças religiosas.

Mas, de acordo com Caspar Melville, editor da revista New Humanista, quanto mais esta confiança é fortalecida entre os que pertencem a um grupo, maior é a desconfiança com todos que estejam fora dele.

O estudo aponta também que pessoas religiosas acreditam ser mais caridosos do que os que não têm religião. Mas uma experiência realizada em busca de ‘bons samaritanos’, mostra que os dois grupos foram igualmente disponíveis para parar e oferecer ajuda.

Fonte: Terra