A comunidade religiosa de Massachusetts pede a todos os brasileiros que orem por Renata Weisser, brasileira que está em coma no Worcester State Hospital.

Na quarta-feira, 28 de outubro, Renata passou mal na sua casa, em Paxton, e foi levada às pressas por uma ambulância. Mas ela teve uma convulsão e seu quadro de saúde foi listado como grave.

Aos 38 anos, Renata é mãe de cinco filhos, a mais velha com 14 anos e a mais nova com apenas 20 dias. A brasileira trabalhava como “foster parent,” que são pais escolhidos pelo governo americano para dar assistência a crianças vítimas de abusos, ou provenientes de casas com sérios problemas conjugais.

“A irmã Renata precisa da sua intercessão. Favor orar, interceder, clamar e enviar aos seus contatos,” disse o apresentador de rádio Geraldo Talhadas, em mensagem enviada por email.

Segundo Talhadas, Renata está sendo mantida sob coma induzido. Talhadas compareceu ao Worcester State Hospital na tarde de sexta-feira e só conseguiu visitar a brasileira na UTI através da intervenção do marido da paciente, Klaus Weisser, um brasileiro descendente de alemães.

Na companhia de um amigo evangélico, Talhadas fez duas preces pela brasileira ainda dentro do hospital. Na noite de sexta-feira, o marido de Renata teria ligado eufórico para avisar que a esposa teria mexido pernas e braços, e que teria tentado se desvencilhar dos tubos médicos.

Segundo amigos, Renata Weisser frequentava a igreja Liberty Church, em Shrewsbury, e é prima da esposa do vice-cônsul do Brasil em Boston. Nesse domingo ela ainda se encontrava sob cuidados da UTI do hospital em Worcester, mas na segunda-feira será submetida a uma série de exames que poderão dizer se ela pode sair sair do coma induzido.

Fonte: O Globo online