Diretor artístico chegou a trabalhar meses em nova grade da Band após saber que o contrato com R.R. Soares não seria renovado.

Ao assumir a direção artística da Bandeirantes em outubro passado, o argentino Diego Guebel recebeu todas as garantias do alto comando da emissora que o contrato com a igreja do R.R. Soares (foto) terminaria no último dia de dezembro e não seria renovado.

Em cima dessa certeza, se desenvolveu todo um trabalho ao longo dos últimos meses, que resultou na montagem de uma grade diferente – sem a presença do religioso, e já se anunciando as várias estreias, inclusive do seriado “24 Horas”, através de chamadas ao longo da programação.

Mas no apagar das luzes de 2011, apenas repetindo o que se previa e o que já aconteceu em outras ocasiões, tudo voltou à situação anterior. R.R. Soares e a Band fizeram um novo contrato, mais longo, que passa a estabelecer a cessão de horário ainda maior ao que já acontecia – 50 minutos do prime time contra os 20 de até o último dia 31.

Fato consumado. Resta saber agora como será a reação de Guebel a esta nova, ou antiga, situação.

[b]Fonte: Bem Paraná[/b]