O governador Roberto Requião recebeu nesta terça-feira (08), dos principais líderes das igrejas evangélicas de Curitiba, o convite para participar no próximo dia 19 da Marcha para Jesus 2007.

O evento tem a participação de cristãos de todas as idades e de várias denominações, que vão circular pelas principais ruas do Centro e Centro Cívico da capital paranaense, vestindo camisetas personalizadas, carregando faixas e fazendo orações pela cidade.

A expectativa dos organizadores é que a Marcha para Jesus 2007 bata mais uma vez o recorde de público, com a participação de 200 mil evangélicos. Este ano, a Marcha terá início às 9 horas em frente ao Palácio Iguaçu e será encerrado às 11h30m na Praça Santos Andrade.

Requião agradeceu o convite e prometeu, a exemplo do ano passado, apoio na realização do evento. O governador pediu a união das igrejas evangélicas e lembrou que o governo apoiou recentemente a Igreja Católica, abrindo espaço para a realização de uma missa do padre Reginaldo nas comemorações do 1º de Maio Solidário. “Afinal, o espírito que nos anima é o cristão”, disse o governador.

O tema da Marcha para Jesus 2007 é Família Idéia de Jesus. “O povo evangélico tem se atentado cada vez mais para a importância de demonstrar o crescimento da fé cristã. Com o tema deste ano, queremos promover a valorização da família e a integração das igrejas”, explicou o bispo Cirino Ferro, presidente do Conselho dos Ministros Evangélicos do Paraná, entidade promotora do evento.

Acompanhavam o bispo Cirino o pastor José Florêncio da Silva, representando a Assembléia de Deus; o pastor Odilon Bergara, representando a Igreja Batista Shalom; o coronel da Polícia Militar do Paraná Sanderson Diotalevi; o pastor Toni Musumeci, da Comunidade Batista Água Verde e Arlindo Junior, evangelista da Igreja Metodista de Curitiba.

A Marcha para Jesus faz parte do calendário oficial da cidade, de acordo com a lei nº 05.00183.2002, aprovada em 2005. As igrejas que não participaram da Marcha para Jesus nos anos anteriores estão se unindo ao projeto.

Fonte: AEN