Evangélicos em Santa Rita, Estado de Chiapas, México, vêm sofrendo crescente perseguição nos últimos meses por parte dos caciques – líderes locais de grande influência, tradicionalmente católicos – que se opõe a fé deles.

No último dia 15, caciques invadiram as propriedades de 10 famílias evangélicas e tomaram as terras de suas plantações, negando acesso às suas fontes primárias de alimentação.

Eles ainda proibiram os moradores de Santa Rita de comprarem comida de supermercados pertencentes a evangélicos e de contratarem trabalhadores evangélicos.

Os últimos ataques foram terríveis para as famílias que já enfrentam uma difícil situação financeira.

A maioria das famílias pertence à Igreja Jesus é o Caminho, afiliada da Assembléia de Deus. Elas têm enfrentado muitos anos de perseguição – como a privação de água e eletricidade – por se recusarem a participar de rituais pagãos.

Firmes na tempestade

Apesar da incessante perseguição, os crentes de Santa Rita permanecem firmes na fé, e os habitantes do vilarejo aos poucos são influenciados pelo exemplo dado.

Muitos católicos tradicionalistas comentam: “Como eles têm tanta força para resistirem a tamanha perseguição? Nós queremos ser como eles”.

A Missão Portas Abertas oferece encorajamento e suporte a evangélicos que sofrem por sua fé, em Chiapas. Por favor, continue orando pela igreja desta região, particularmente pelos irmãos de Santa Rita durante este tempo de dificuldades.

Fonte: Portas Abertas