O presidente da Câmara de João Pessoa, vereador Professor Paiva (PT), se reuniu, em seu gabinete, com o secretário de Articulação Política da Prefeitura, Francisco Barreto, e representantes de segmentos religiosos para discutir possíveis modificações na mensagem do Executivo que trata da revisão fiscal do Município.

Com a presença de outros parlamentares, ficou acertado, em consenso, que matéria será votada, com algumas alterações, na sessão desta quinta-feira. Denominado de pacote fiscal, o projeto, que chegou na Câmara no dia 12 deste mês, prevê reduções nas TCR (Taxa de Coleta de Resíduos) de templos religiosos, cooperativas e terrenos baldios.

Os vereadores e representantes de templos religiosos estão questionando a cobrança de taxas para realização de eventos em área pública e o mesmo valor da TCR que é cobrado aos templos religiosos e grandes equipamentos comerciais. Esses dois pontos serão discutidos e podem ser alterados, através de emendas.

Professor Paiva disse que a matéria tem que ser votada antes do dia 30 deste mês. Ele comentou que o acordo foi bom para a Cidade e atende as reivindicações dos segmentos religiosos interessados no assunto. O secretário Francisco Barreto ressaltou que o acordo revelou a maturidade político entre os Poderes Executivo e Legislativo.

Estavam presentes na reunião os vereadores Aristávora Santos (PTB); Benilton Lucena (PT), líder do prefeito; Padre Adelino (PDT); Durval Ferreira (PP) e os pastores José Alves (Igreja Presbiteriana da Torre) e Kerly Carneiro (1º Igreja Batista da Capital). José Alves observou que a reunião foi muito importante e alcançou o objetivo desejado dos segmentos religiosos. Ele não tem dúvidas de que essas modificações vão evitar conflitos entre as igrejas e a administração municipal no que se refere a cobrança de taxas e impostos.

Fonte: O Norte Online