O porta-voz da Santa Sé, padre Federico Lombardi, minimizou ontem os rumores a respeito da saúde do papa Bento XVI, causados por uma leve rouquidão do chefe da Igreja Católica durante a audiência geral da quarta-feira na praça de São Pedro, na Cidade do Vaticano.

Ele assegurou que o sintoma não causa qualquer tipo de preocupação. “O sumo pontífice teve uma leve rouquidão, mas já está sarando”, afirmou Lombardi. O santo padre alemão, de 80 anos, já presidiu celebrações resfriado em várias oportunidades durante suas aparições públicas.

Bento XVI e o presidente de Israel, Shimon Peres, referiram-se ontem ao “sofrimento dos povos da região do Oriente Médio”, durante encontro de 35 minutos no palácio de verão pontifício em Castelgandolfo, perto de Roma.

O papa e Peres expressaram a esperança de que, “no atual contexto internacional que parece particularmente favorável, com a realização de conferência internacional, em novembro, as partes envolvidas se empenhem nos esforços necessários para responder às expectativas da população”.

O presidente reiterou o convite ao sumo pontífice para visitar Israel, segundo informou Lombardi, depois da reunião. Peres informou que o papa “faria todo o possível” para visitar Israel em 2008. Trata-se da primeira visita ao Exterior de Peres desde sua eleição indireta em 13 de junho.

Fonte: O Povo