Em seu discurso de despedida, com 2h50min de duração, a governadora do Rio, a evangélica, Rosinha Matheus (PMDB), atacou as Organizações Globo, que acusou de ser “um império da mentira”, de fazer “jornalismo marrom” e de persegui-la e ao marido, Anthony Garotinho, presidente regional do PMDB.

A TV Globo respondeu às declarações de Rosinha: “São acusações fantasiosas que a governadora Rosinha Garotinho vem fazendo nos últimos tempos e que não correspondem à realidade”.

A governadora fez uma prestação de contas de sua gestão em texto lido de 88 páginas e escrito pessoalmente, segundo a assessoria. Foram cerca de 15 minutos de ataques à Globo. Em ao menos dois momentos em que Rosinha fazia as críticas, Garotinho sorriu e aplaudiu.

Fonte: Folha de São Paulo

NOTA: A partir de 7 de janeiro o FolhaGospel será liberado apenas para assinantes. Clique aqui e assine agora por apenas R$ 9,90 por três meses.