Um pistoleiro desconhecido matou a tiros um sacerdote filipino num povoado da província de Ilocos Norte, no norte das Filipinas, tornando-se o segundo religioso assassinado este ano, informou hoje a Polícia.

Florante Rigonan, pároco da Igreja de Isadora, na cidade de Pinili, 400 quilômetros ao norte da capital, foi assaltado pouco antes da meia-noite de ontem, segundo o diretor da Polícia regional, Leopoldo Batoil.

Ele acrescentou que Rigonan, de 48 anos, levou vários tiros de seu assassino, que fugiu. A Polícia encontrou nove cartuchos de bala de fuzil automático M-16.

Em abril, outro sacerdote foi assassinado por vários desconhecidos ao fim de uma missa, 50 quilômetros ao sul do lugar onde morreu Rigonan, na província de Kalinga.

Fonte: EFE