Heidi Baker orando em uma província, rodeada por cristãos de Moçambique
Heidi Baker orando em uma província, rodeada por cristãos de Moçambique

A líder missionária, Heidi Baker, fez um pedido de oração relacionado a uma crescente ameaça de extremistas islâmicos que estão matando cristãos e queimando aldeias a cerca de 100 quilômetros ao norte da sede do ministério Iris Global, onde ela e seu marido, Rolland, estão no norte de Moçambique.

“Por favor, junte-se a nós em oração pela paz na província de Cabo Delgado, onde moramos”, afirmou em um post no Facebook em 7 de junho. “Recentemente, vários cristãos foram mortos aqui. Mulheres foram violentadas e muitos lares foram queimados.”

Trinta e sete pessoas foram mortas por um grupo conhecido como al-Shabab nas últimas duas semanas no norte de Moçambique, de acordo com a Anistia Internacional.

“Pelo menos 10 pessoas foram atacadas até a morte no mais recente ataque em Cabo Delgado, onde uma escalada da violência deixou os civis à mercê deste brutal grupo militante e forçou muitos a fugirem de suas casas”, disse Deprose Muchena, representante regional da Anistia Internacional.

“As formas horríveis pelas quais esses assassinatos são realizados mostram a intenção desse grupo de semear o medo entre os civis. As autoridades moçambicanas devem tomar medidas imediatas e efetivas para acabar com os assassinatos.”

Heidi e Rolland Baker fundaram a Iris Global em 1980 e atualmente operam programas de alimentação para milhares de órfãos, administram clínicas de saúde gratuitas, administram escolas primárias e secundárias e criaram milhares de igrejas.

Há muitos jovens voluntários dos EUA e outros países que servem na sede do seu ministério em Pemba, Moçambique, que podem estar em risco.

Declaração oficial da Iris Global

10 de junho de 2018

Desde outubro de 2017, há um grupo de extremistas militantes responsáveis ​​por dezenas de ataques contra instituições governamentais e civis no norte de Moçambique, onde moramos. Eles estão mirando em qualquer um que se oponha à sua marca de terror. Nas últimas semanas, esses ataques se intensificaram em frequência e brutalidade. Cada ataque envolve matar e queimar casas. Pessoas foram decapitadas em pelo menos seis aldeias, duas das quais estão dentro de duas horas de carro da nossa base. Os aldeões estão fugindo por suas vidas, carregando nada com eles e se tornaram refugiados no mato ou em ilhas.

Estamos orando pela paz em Moçambique e os nossos corações choram pelas famílias que perderam entes queridos. Nossa equipe de liderança está em constante oração, avaliando diariamente a situação para determinar as melhores precauções para nossa equipe.

Por favor, orem conosco neste tempo difícil, pela força de Deus para os nossos irmãos e irmãs que vivem em toda a nossa província de Cabo Delgado, para que possamos todos brilhar mais do que nunca nestes dias sombrios. Se você tiver alguma dúvida, não hesite em entrar em contato com nossa equipe de administração na Califórnia. 

Esta é a nossa declaração oficial e outras informações não são endossadas pela Iris.

Que o Deus da esperança vos encha de toda a alegria e paz, para que abundem em esperança pelo poder do  Espírito Santo. 

Alegria em sua presença, 

Tony Maxwell, DVM, M.Div. 
Assistente pessoal de Rolland Baker 
Diretora Administrativa 
Iris Harvest School of Missions

Nota : Várias linhas foram removidas pelo editor devido a preocupações de segurança

Fonte: The Christian Post