Líderes e seguidores de sete religiões lideraram ontem uma manifestação em Monterrey “a favor da paz e contra a violência” que castiga esta cidade do norte do México.

Em silêncio e vestidos de branco, cerca de quatro mil pessoas marcharam pelas principais ruas de Monterrey, capital do estado de Nuevo León.

A manifestação foi convocada por representantes das igrejas evangélica, judia, islâmica, budista, católica, anglicana e mórmon.

Os manifestantes carregavam uma faixa com a frase “Marcha de Oração pela Paz e os Valores Humanos”.

Nuevo León, estado fronteiriço com os Estados Unidos, registra desde o ano passado uma escalada de violência com assassinatos, seqüestros e choques armados entre grupos rivais do narcotráfico.

Somente neste ano foram mortas dez pessoas, sendo seis agentes policiais.

Ao término da marcha, os sete líderes religiosos oficiaram um ato litúrgico ecumênico no qual convocaram os manifestantes a orar em silêncio durante três minutos para “pedir a Deus sua intervenção protetora”.

O governador do estado, José Natividad González Parás, afirmou que os valores humanos devem ser encorajados neste momento.

“Esta marcha representa uma causa nobre, representa a resposta da sociedade a um fenômeno que castiga a comunidade”, disse.

A manifestação foi encerrada com uma bênção coletiva aos presentes.

Fonte:EFE