A decisão da Diocese de São Joaquim, na Califórnia, de romper com a Igreja Episcopal estadunidense revelou a crise enfrentada por essa denominação como resultado dos desacordos doutrinais sobre o papel dos homossexuais na Igreja.

Segundo informou a Imprensa Associada na convenção anual realizada neste final de semana, clérigos e membros da diocese aprovaram eliminar todas as referências à igreja nacional da constituição da diocese. A votação foi de 173 a favor e 22 contra.

Em outra votação, a diocese aceitou o convite de unir-se à Província Anglicana do Cone Sul, constituída por dioceses na Argentina, Paraguai, Uruguai, Bolívia, Chile e Peru.

No início da semana o bispo de São Joaquim, reverendo John-David Schofield, tinha recebido uma carta da bispa presidente da Igreja Episcopal, reverenda Katharine Jefferts Schori, pedindo a abandonar a trajetória separatista.

Schofield respondeu à missiva afirmando que a Igreja Episcopal, “ao negar a verdade bíblica e afastar-se da fé e da constituição histórica, alienou-se da grande maioria da cristandade, e mais especificamente, da Comunhão Anglicana”.

Em 2003, a Igreja Episcopal estadunidense aprovou a eleição e consagração de um sacerdote homossexual, Gene Robinson, como bispo de New Hampshire. A decisão provocou fortes críticas internas e uma divisível contenda no seio da Comunhão Anglicana.

Outras duas dioceses – de Fort Worth, Texas, e Pittsburgh -, também estão encaminhando processos de secessão.

A Igreja Episcopal é constituída por 110 dioceses, e possui membresia estimada em 2.5 milhões de fiéis, atendidos por 7 mil paróquias e missões em todo o país.

Em outubro, razões similares levaram a histórica Igreja de Cristo de Savannah, na Geórgia, a separar-se da denominação nacional e se afiliar à Igreja de Uganda, sob a supervisão do bispo John Guernsey. Esta igreja, fundada em 1733, é a mais antiga do estado da Geórgia.

No final de 2006, oito paróquias episcopais da Virgínia anunciaram que a grande maioria de seus membros tinha votado a favor do rompimento de vínculos com a Igreja Episcopal em razão da ordenação de mulheres e homossexuais.

Entre as paróquias que dissolveram seus vínculos com a igreja nacional se encontravam duas das mais antigas e ricas do país: a Igreja Truro, em Fairfax, e a Igreja The Falls, no povoado de mesmo nome. Esta última contou entre seus membros com o líder da guerra da independência e primeiro presidente do país, George Washington.

Ao todo já somam 55 as paróquias que se separaram da igreja nacional nos últimos anos e algumas se têm filiado diretamente com províncias anglicanas de ultramar.

Fonte: ALC