Em entrevista ao site O Galileu, Claudia Guimarães que é pedagoga, professora especializada em educação infantil, pastora e evangelista de crianças e autora de livros falou sobre a criação dos filhos e a frustração de algumas mães.

Defina o que representa ser mãe?

Ser mãe vai muito além da poesia, principalmente uma mãe segundo o coração de Deus, pois em I Coríntios 13 diz que o amor tudo suporta, é paciente,não busca o seu próprio interesse, não se irrita, tudo sofre, tudo crê, tudo suporta… É uma alegria e dádiva sermos mães, mas também há muita responsabilidade e compromisso, pois somos nós que precisamos amar, educar, corrigir, evangelizar, ensinar, discipular nossos filhos, e a sociedade está como temos visto pois muitas mães estão terceirizando sua responsabilidade e compromisso, estão obstinadas por tantas coisas deste mundo que não estão dispostas a sofrer, suportar, se doar, investir… mas claro que há mães que tem sido referência autêntica aos seus filhos, esta é a mulher sábia que edifica o seu lar, sua família, buscamos em Deus ser mães assim.

‘Eis que os filhos são herança do Senhor…’ SL 127.3a – Como viver esta promessa em meio a juventude conturbada dos nossos dias?

Presente, herança, é algo maravilhoso de receber, ainda mais vindo de Deus, não é mesmo? O versículo diz também que feliz o homem que enche deles a sua aljava, não será envergonhado quando pleitear com o inimigo a porta. Muitas mães não querem mais de uma flecha na sua aljava, ficam apavoradas de terem mais de um filho, por causa de uma série de situações, mas uma mãe que teme ao Senhor, tem intimidade e relacionamento pessoal com seu salvador, sabe que o Senhor é o meu pastor e nada me faltará. Sabemos que os dias são maus, mas também sabemos que o Meu Redentor vive, aleluia! Em jesus não teremos famílias perfeitas, mas podemos ser famílias sudáveis,abençoadas e abençoadoras, quando realmente Jesus Cristo é Senhor de nossas vidas e não somente um convidado que realiza meus sonhos e vontades.

Existem mulheres que dizem… ‘Ah! Eu não nasci para ser mãe…’ No entanto, elas já estão mães; mas, no seu interior, diante de algumas tentativas frustradas de educação e convívio com a criança, acabam achando que não nasceram pra isso… O que você pode nos falar a respeito?

Toda mulher é geradora de vidas, na terra como para o Reino eterno ( filhos naturais e espirituais), Deus nos criou para geramos vidas, é a nossa natureza, por mais que a mulher “moderna” bata nesta questão, é um fato estabelecido por Deus, ele nos criou assim.

Muitas mães estão desanimadas e frustradas, pois não estão dependendo de Deus e da sua palavra para esta tarefa, não nascemos sabendo como ser mãe, é uma construção dia a dia e dependemos do arquiteto, nosso Deus. Pois somente em Jesus poderemos ter vitória na missão de sermos mães. Quantas mulheres desejam engravidar nestes dias e não conseguem, quantas mães tem seus filhos e estão estressadas, saiba que filho não é peso, filho é benção de Deus, é galardão, satanás tem feito de tudo para que as mulheres deleguem e desistam da sua missão de serem mães amorosas, abençoadoras, que disciplinam em amor, que não desistem. Olhe para Jesus, dependa Dele, leia a Bíblia, ore, leia livros, participe de seminários, cursos, seja uma mulher geradora de vidas, Deus é contigo!

Fonte: O Galileu