Sete cristãos assírios que fugiam do Estado Islâmico no Iraque estão entre as vítimas de afogamento durante uma travessia do Mar Mediterrâneo, que aconteceu na semana passada.

[img align=left width=300]https://thumbor.guiame.com.br/unsafe/840×500/left/bottom/smart/media.guiame.com.br/archives/2015/08/19/1768695008-refugiados-na-italia.jpg[/img]As sete pessoas eram compostas por duas famílias assírias, que estavam viajando em destino à Grécia. O barco virou com os tripulantes na terça-feira (17).

Os corpos foram identificados como o casal Stephen Marzena e Silbana Sami Marogeh, os filhos Angie e Mark, junto a Samah Sami Marogeh com seus filhos Haneen Salem Saman e Marvin.

Eles estavam com cerca de 50 mil companheiros assírios, que fugiram da cidade de Qaraqosh, dominada por militantes do EI em agosto do ano passado.

Qaraqosh era o lar da maior comunidade cristã do Iraque, tendo pelo menos um quarto da população cristã do país. O êxodo dos cristãos gera uma preocupação sobre o futuro do cristianismo no Oriente Médio.

[b]Fonte: Guia-me[/b]