Uma sinagoga de um assentamento judaico na Cisjordânia foi incendiada hoje por desconhecidos, que destruíram também um monumento em memória de um israelense morto durante a Primeira Intifada, informou a imprensa israelense.

Vários fiéis encontraram a sinagoga em chamas quando chegaram ao local para rezar no começo da manhã, na colônia de Yad Yair, perto de Ramala. O incêndio danificou a estrutura do edifício, além de destruir vários livros de orações e rolos da Torá. Mas não houve feridos.

Os autores do ataque também destruíram um parque infantil. Eles deixaram no local uma bandeira israelense rasgada, segundo o jornal “Ha’aretz”, o único que identifica os agressores como “palestinos”.

É o segundo incêndio no mesmo templo. O primeiro, há vários meses, causou menos danos. O monumento em lembrança de Yair Mendelson, morto durante a Primeira Intifada, já havia sofrido outros dois ataques.

Fonte: EFE