O sínodo geral da Igreja anglicana abriu nesta quarta-feira as portas para a ordenação de mulheres bispos ao apoiar propostas que poderão ser aprovadas definitivamente em 2014.

O projeto, que havia sido rejeitado em novembro 2012, recebeu 378 votos a favor, 8 contra e 25 abstenções.

“Ainda não devemos abrir as garrafas de champanhe ou da bebida com que vamos festejar, porque temos de trabalhar juntos até o final”, afirmou o arcebispo de York, John Sentamu.

“Apoio energicamente a ordenação de mulheres como bispos e espero que a Igreja da Inglaterra dê este passo-chave para garantir seu lugar como uma Igreja moderna e em contato com nossa sociedade”, declarou o primeiro-ministro David Cameron após a adoção do projeto.

Entre as propostas aprovadas está a de nomear um mediador para resolver qualquer problema quando a autoridade das bispas for questionada pelo clero tradicionalista. Além disso, serão tomadas medidas disciplinares contra o clero que não cooperar com o mediador.

Este novo projeto, apresentado pelo bispo de Rochester, James Langstaff, poderá receber sua sanções definitiva em julho ou novembro de 2014, em um novo sínodo geral.

Eram necessários dois terços de cada um dos participantes no sínodo – bispos, clero e laicos – para a aprovação.

Em novembro de 2012, o projeto foi avaliado pelos bispos, mas topou com a resistência dos laicos.

[b]Fonte: AFP[/b]