Marcos Manoel da Silva, de 26 anos, e Antônio Soares, de 65, resolveram apelar para a polícia porque, segundo contaram, não conseguiam mais nem ficar dentro de casa com o “barulho ensurdecedor” que uma igreja evangélica estava promovendo no começo desta noite de sexta-feira (24).

Os dois são vizinhos da Igreja Shekinah, no Bairro Novo Aeroporto, em Três Lagoas. Eles contaram na Polícia Civil que a aparelhagem de som usada no templo estava no último volume. Antes de ir à Delegacia, um dos vizinhos ligou para o 190, e até a atendente militar que recebeu a chamada confirmou que pôde ouvir o barulho pelo telefone.

Marcos e Antônio reclamaram ainda que os problemas com os abusos no uso de aparelhagens de som têm sido comum. “Já faz alguns meses. O fato vem se repetindo à noite e até durante o dia com os cultos ou ensaios de cânticos religiosos”, disse Marcos.

Na 1ª Delegacia de Três Lagoas, o fato foi registrado como “Perturbação do trabalho ou do sossego alheio”. Os responsáveis pela igreja não foram localizados para falar sobre a reclamação.

Fonte: Midiamax