Um vendedor de sorvetes de religião budista foi decapitado hoje por supostos separatistas na região muçulmana do sul da Tailândia, informa a imprensa local.

O homem estava indo para seu ponto de venda, junto a um colégio no distrito de Muang, na província de Pattani, quando três supostos insurgentes islâmicos atiraram nele três vezes. Em seguida, cortaram a sua cabeça, segundo fontes policiais citadas pelo jornal “The Bangkok Post”.

As decapitações de civis budistas são freqüentes nas províncias muçulmanas de Pattani, Narathiwat e Yala, onde a violência tem aumentado apesar das iniciativas do Governo militar para pacificar a região.

Mais de 1.900 pessoas morreram por causa da violência na região de maioria muçulmana desde que o movimento separatista islâmico retomou a luta armada, há três anos.

Fonte: EFE