O ex-padre José Eduardo Balikian foi condenado nesta quarta-feira a três anos de prestação de serviços comunitários.

O juiz José Roberto Nogueira Nascimento, de Marília (SP), considerou o réu culpado nas acusações de oferta de bebida alcoólica e corrupção de menores. A informação é da TV TEM.

Em junho de 2005, o ex-padre foi preso acusado por manter relação amorosa com duas irmãs, de 15 anos e 16 anos. O caso foi denunciado à polícia pelo pai das meninas.

Em janeiro do ano passado, Balikian foi afastado das funções religiosas pela igreja católica.

Fonte: Terra