Uma delegação de sacerdotes católicos e monges budistas apresentou uma petição ao presidente de Sri Lanka, Mahinda Rajapakse, para pedir o fim da guerra, que há mais de 20 anos ensangüenta o país.

“Não queremos deixar mães sem filhos, esposas sem maridos, necessitados sem cura. Nós, crianças, jovens, mulheres e homens desta ilha, podemos viver juntos em paz, compartilhando o governo e as riquezas da nação.”

A petição foi assinada por 85 mil pessoas das mais diversas crenças, entre as quais o arcebispo de Colombo, Dom Oswald Thomas Colman Gomis, e o bispo de Mannar, Dom Rayappu Joseph.

A delegação, da qual faz parte o teólogo cingalês, Tissa Balasuriya, expressou a forte preocupação da comunidade católica e budista de Sri Lanka, pela dramática situação do país, onde os violentos conflitos entre as forças regulares e os rebeldes continuam amedrontando inocentes.

Fonte: Rádio Vaticano