Edir Macedo, líder e fundador da Igreja Universal
Edir Macedo, líder e fundador da Igreja Universal

O canal de TV em Portugal, TVI, foi notificada de uma medida cautelar que pede a retirada das reportagens “O Segredo dos Deuses” envolvendo a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) em casos de adoção ilegal.

Na cautelar, proposta por Luís Carlos Andrade, uma das crianças adotadas e atualmente pastor da IURD, e que é neto do líder e fundador da Igreja Universal, Edir Macedo (foto), é pedida a remoção das reportagens “O Segredo dos Deuses” do site da TVI e que “se abstenha de difundir fatos da vida privada e a imagem do requerente”.

A TVI exibiu uma série de reportagens denominadas “O Segredo dos Deuses”, na qual acusa a Igreja Universal de estar envolvida com o rapto e tráfico de crianças nascidas em Portugal, inclusive, dos netos de Edir Macedo.

Os supostos crimes teriam ocorrido na década de 1990, com crianças levadas de um lar em Lisboa, que teria alimentado um esquema de adoções ilegais em benefício de famílias ligadas à IURD que moravam no Brasil e nos Estados Unidos.

Na série “O Segredo dos Deuses”, um ex- bispo da Igreja Universal, chegou a afirma que Edir Macedo proibiu os bispos de terem filhos. No início dos anos 90, diz a reportagem, Macedo passou a exigir a vasectomia para os pastores da igreja. Alfredo Paulo afirma que ele e tantos outros pastores, fizeram a cirurgia em uma clínica clandestina em Portugal, atendendo uma ordem da igreja.

Segundo a reportagem, Edir Macedo, que obrigava os bispos e pastores da igreja a fazer vasectomia, mudou o discurso e passou a sugerir a adoção de filhos. Tal mudança, teria se dado após suas filhas, Cristiane e Viviane, casarem-se com bispos da Universal.

Para facilitar a adoção, a igreja abriu o Lar Universal, uma creche, onde mães, com dificuldades financeiras e as vezes precisando trabalhar, deixavam seus filhos que eram roubados para serem adotados ilegalmente por bispos e pastores da IURD. O lar funcionou de 1994 até 2001 de forma ilegal e permitia aos pastores da IURD escolher as crianças que queriam adotar.

Foi neste lar que, segundo a reportagem, os netos de Macedo foram adotados de forma ilegal e levados para a sua casa nos Estados Unidos.

Após a emissora portuguesa TVI anunciar a exibição de uma série de reportagem que acusa a Igreja Universal do Reino de Deus de criar uma rede de adoções ilegais de crianças, os netos adotivos do bispo Edir Macedo se pronunciaram em vídeo. (Veja o vídeo aqui)

A IURD nega todas as acusações de rapto e de um esquema de adoção ilegal de crianças portuguesas e considera as reportagens como fruto de “uma campanha difamatória e mentirosa”.

A TVI disse que vai recorrer da decisão.

Fonte: Portugal Digital