O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio de Janeiro negou por unanimidade o recurso aos ex-governadores Rosinha Garotinho e Anthony Garotinho que haviam sido punidos com multa e três anos de inelegibilidade, por abuso de poder político.

O recurso também foi negado ao deputado federal Geraldo Pudim e ao ex-presidente da Fundação DER, Henrique Ribeiro, Eles ainda podem recorrer ao TSE.

Na sessão, foi votado também outro recurso: os punidos pediam que o juiz Marcio André Mendes Costa fosse considerado suspeito para fazer o julgamento, já que teria contrato com a prefeitura de Niterói, que é do PT.

A decisão de manter a punição foi tomada com os votos do relator, juiz Marcio Mendes, dos juízes Luiz de Mello Serra, Rodrigo Candido de Oliveira e Jacqueline Montenegro, corregedora regional eleitoral, além dos desembargadores Ronald Valladades e Maria Helena Cisne.

O valor da multa mantida para os réus foi de R$ 174 mil para cada um. O julgamento do recurso contra a participação do juiz Marcio Mendes teve um voto a favor dos punidos.

O presidente do TRE, desembargador Roberto Wider, disse que, assim que o resultado da sessão for publicado no Diário Oficial, fará um comunicado à Câmara para a cassação do deputado federal Geraldo Pudim.

Fonte: O Dia