Representante da agência da ONU diz que produção para menores deve conter os mais altos padrões de ética e profissionalismo.

A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, informou que os programas de televisão para crianças precisam ter uma alta qualidade.

A declaração foi feita pelo diretor-geral assistente da agência, Abdul Waheed Khan, durante um seminário em Macau, na China.

Profissionalismo

O evento, encerrado na semana passada, é parte das preparações para o encontro de cúpula sobre mídia na Ásia 2009.

Khan afirmou que a programação infantil deve ser baseada nos mais altos padrões de ética e profissionalismo.

Numa entrevista à Rádio ONU, o presidente do Instituto de Estudos de Televisão, Nelson Hoineff, disse do Rio de Janeiro, que o programa ideal para crianças é aquele que completa o que o aluno aprende na escola.

Políticos

“Um programa que complemente a educação formal ensinando as crianças coisas que formalmente não são ensinadas. Ensinar não acreditar muito no que está ouvindo formalmente. No caso dos adultos, a televisão tem uma função de fazer com que os adultos duvidem dos políticos e das coisas que lhe são simplesmente ditas. A televisão, como um veículo de massa, tem muito esta função”, afirmou.

O seminário da Unesco sobre a qualidade da TV infantil também recomenda um guia para os pais e a participação de crianças na fase de criação dos programas.

Fonte: Rádio das Nações Unidas