A Administração do Patrimônio do Vaticano vai gastar mais com o pessoal que está ao seu serviço. O anúncio foi feito ontem, após a reunião entre os responsáveis dos organismos do Vaticano e dos departamentos relacionados, presidida pelo cardeal Tarcisio Bertone.

A Administração aprovou, portanto, novas disposições para a retribuição dos funcionários, incluindo gratificações por mérito e o aumento das renumerações. Os novos parâmetros de retribuição do pessoal, enquadrado em dez categorias, incluem, além dos aumentos, a introdução da chamada “classe de mérito”, dentro de cada categoria.

“Esta novidade introduz no sistema salarial do Vaticano o elemento de incentivo e de remuneração que considera fatores como a dedicação, profissionalismo, rendimento e retidão” – informa o comunicado de imprensa da Santa Sé.

Todas estas normas entrarão em vigor em 1º de janeiro próximo, mas o sistema de méritos registrará uma aplicação gradual.A partir de 1º de janeiro entrarão também em vigor normas para a retribuição das horas extras, que completam as já estabelecidas já nos meses passados.

A nota oficial admite que estas mudanças, se por um lado avantajam o quadro Vaticano, por outro, sobrecarregam a Administração.

Nos organismos da Santa Sé trabalham 2704 pessoas, dos quais 1600 são leigos. Este pessoal está dividido em: duas seções da Secretária de Estado, nove Congregações, três Tribunais, 11 Pontifícios Conselhos, a Câmara Apostólica, a Prefeitura da Casa Pontifícia, o Departamento para as Celebrações Litúrgicas do Sumo Pontífice, a Sala de Imprensa da Santa Sé, o Departamento Central de Estatísticas da Igreja, 5 Comissões Pontifícias e 2 Comitês Pontifícios, 3 Academias Pontifícias.

Além disso, existem as Instituições ligadas à Santa Sé: 118 Nunciaturas Apostólicas e nove sedes junto de organismos internacionais, o Arquivo Secreto, o Sínodo do Bispos, a Elemosinaria ria Apostólica, a Livraria Editora Vaticana, a Tipografia Vaticana, o Osservatore Romano, a Rádio Vaticano e o Centro Televisivo Vaticano.

Fonte: Rádio Vaticano